TUDO QUE VOCÊ NUNCA QUIS SABER SOBRE OS SKINHEADS, POIS SEMPRE ACHOU QUE ERAM TODOS NAZISTAS!

Seja bem-vindo(a) à página dos SKINHEADS CEARÁ, um coletivo que agrupa principalmente skinheads, sejam eles anarquistas, comunistas, ou sem nenhuma ideologia definida, mas também outras culturas irmãs (como os mods, rude boys e punks). Possuímos em comum a paixão pelo oi!, ska e reggae; o prazer por uma cerveja gelada e um bom futebol; o sentimento classista e a revolta diante de toda e qualquer forma de discriminação e exploração. Leia mais...

28 de ago de 2011

SUNSET REGGAE




As pedras rolam aqui! SUNSET REGGAE! Tocando os classicos da velha
guarda jamaicana, no mais elegante estilo RUDE BOY. Ska, Rocksteady,
Early Reggae, Roots Reggae, Dub...
Na seleçao nervosa dos DJ's Daniel "Funkyngston"
Iris, Mr. Rude 60's , Raphael "Rude" Cruz e Trotskid Trosko.
"Reggado" a CERVEJA GELAAAAADA.
Dia 03 de setembro, a partir das 16:00 no Bar Bom Jesus, esquina da rua Pe. Roma com Br. de Aratanha, atrás do Pão de Açúcar da 13 de maio...

21 de ago de 2011

Skins, Rudies e todos os Antifas reunidos para apreciar o melhor do Ska no Ceará

Nesta última sexta-feira (19/08) os Skinheads Ceará se reuniram para apreciar mais um pouco de Ska Brothers - certamente uma das melhores bandas de ska do país atualmente e que além de tocar clássicos do ska, começou também a compor suas músicas no melhor do ritmo jamaicano.



Chegamos cedo ao local do som para demarcarmos, como de costume, nossa Zona Antifascista. Além de panfletarmos materiais explicativos sobre SHARP e RASH, ainda tivemos um tempinho para fazer umas "pinturas" pelas redondezas, pois ouvimos boatos de que haviam grupinhos com ideais fascistas frequentando as adjacências do Dragão do Mar.

Terreno marcado, penduramos nossos banners "Antifas Fortaleza" e "Rude Boys & Girls Ceará" no palco e curtimos com muita dança o bom e velho ska ska ska!!!

15 de ago de 2011

Documentário "ANTIFA: Chasseurs de Skins"


Belo documentário! Download e maiores informações no Blog do RASH SP.


8 de ago de 2011

Participação do RASH SP no programa Grampo MTV e a questão da violência no movimento Skinhead

Nossos camaradas do coletivo RASH-SP participaram recentemente do programa Grampo MTV cuja temática era o movimento Skinhead. Na resenha sobre a participação do RASH-SP no programa, o coletivo esclarece como foi realizada a entrevista (cedida no sentido de permitir o reconhecimento dos skinheads antifascistas), ressaltando o caráter didático da participação, sem esquecer de denunciar o processo de edição/filtragem que já era esperado, uma vez que se tratava da conservadora Rede MTV pertencente ao grupo burguês de comunicação Abril. Você pode assistir o programa na íntegra a seguir (são vários blocos, quando um termina logo começa outro):



Mesmo quando finge querer ser imparcial ou querer mostrar a realidade de nosso movimento, a mídia burguesa acaba escancarando seu verdadeiro caráter de classe. Embora a reportagem chegue a mostrar, de fato, a existência das várias divisões que existem entre aqueles que se reivindicam skinheads (mesmos que saibamos quais são os verdadeiros skins), a emissora é taxativa ao defender que a violência deva ser um monopólio do Estado e de suas Forças de Repressão.

Ao colocar no ar depoimentos que afirmam que a violência no movimento skin é gratúita e fruto de uma certa insegurança juvenil, a mídia burguesa tenta esconder a maior de todas as violências a qual somos submetidos - a violência do capitalismo.

Não há nada mais violento do que a exploração de classes. E para manter a exploração, o capitalismo utiliza-se da violência da polícia, da violência do exército e, em momentos de acirramento da luta de classes, até mesmo da violência de grupos paramilitares fascistas. Logo, o estado não apenas aceita, como também alimenta a ideologia de direita/fascista, pois sabe que são nesses setores onde poderá recrutar seus mais fiéis defensores.

Acreditar que a luta contra a homofobia, o racismo, o machismo e demais formas de preconceito será travada pela Polícia é simplesmente rídiculo. Hoje, no Brasil, não existe instituição mais racista, mais homofóbica, mais sexista, enfim, mais fascista do que as Polícias Militar e Civil (como é demonstrado em "escândalos" que vez por outra "estouram na mídia"). Isso sem falar no papel que a Polícia cumpre na repressão das lutas operárias, estudantis e populares.

Logo, a violência reivindicada pelo RASH é a violência revolucionária, a qual visa destruir de forma radical o capitalismo e toda sua estrutura de opressão. Essa violência não é gratúita, mas sim uma reposta à truculência do Estado, de suas Forças de Repressão, e de seus grupelhos fascistas. É por isso que seguiremos mantendo o debate sincero, fraternal e pacífico com nossos irmãos de classe, mas sem nunca renunciar a batalha violenta contra nossos inimigos de classe, rumo a uma sociedade justa e igualitária.


Skinheads Ceará.
Antifascismo Militante (e Violento) - Desde 2003.


6 de ago de 2011

Amy Winehouse - The SKA EP

Dando proseguimento às homenagens a Amy Winehouse, queremos divulgar uma obra da cantora que muitos ainda não conhecem: o álbum THE SKA EP.


Não era nenhum segredo que a cantora tinha uma queda pelo ska. Além de fazer inúmeras "covers" dos grandes mestres do ska em seus concertos, e de já ter dividido o palco com os músicos de bandas como "The Specials" por exemplo, em 2008 ela lançou este EP de tiragem limitada.

O disco conta com quatro belas versões de clássicos do ska:

Monkey Man (Toots & The Maytals; The Specials)
Hey Little Rich Girl (The Specials)
You're Wondering Now (Andy and Joey; The Skatalites; The Specials)
Cupid (Sam Cooke; Jonhy Nash)

Faça o download pelo blog Reggae Mundo. Conferi agora pouco e o link estava prestando. Qualquer coisa, se o link quebrar, faça ua procura rápida pela net que você achará facilmente outro blog para baixar esse obra que já virou um clássico.

4 de ago de 2011

Ska Brothers - 19/08 - 18h - Grátis

Show do Ska Brothers na Feira da Música.

Dia 19/08/2011 (sexta-feira), às 18h.
No Centro Cultural Banco do Nordeste.
ENTRADA FRANCA.

1 de ago de 2011

6 anos de Resistência

Neste domingo (31/07) a Ultras Resistência Coral comemorou seu 6º aniversário. Os SKINHEADS CEARÁ participaram da comemoração disputando um racha, e educadamente os deixamos ganhar o jogo. Confira a cobertura completa no Blog da Resistência.

Confira abaixo o fim de festa, já no bar.



Parabéns aos nossos camaradas da Ultras Resistência Coral!