TUDO QUE VOCÊ NUNCA QUIS SABER SOBRE OS SKINHEADS, POIS SEMPRE ACHOU QUE ERAM TODOS NAZISTAS!

Seja bem-vindo(a) à página dos SKINHEADS CEARÁ, um coletivo que agrupa principalmente skinheads, sejam eles anarquistas, comunistas, ou sem nenhuma ideologia definida, mas também outras culturas irmãs (como os mods, rude boys e punks). Possuímos em comum a paixão pelo oi!, ska e reggae; o prazer por uma cerveja gelada e um bom futebol; o sentimento classista e a revolta diante de toda e qualquer forma de discriminação e exploração. Leia mais...

28 de fev de 2014

Odiados e Orgulhosos de Ricardo Ampudia.

 Oi! Fellas,
Eis aqui um trabalho um trabalho de conclusão de curso de comunicação social / jornalismo escrito em 2006 por Ricardo Ampudia, intitulado Odiados e Orgulhosos- "Um mapa da ação e organização dos grupos skinheads no estado do Paraná", onde tra uma série de relatos, entrevistas e uma sucinta menção a seção Fortaleza do RASH.
http://pt.scribd.com/doc/169225650/livro-odiados-orgulhosos

27 de fev de 2014

Dica de leitura: El Significado del Mod de Dick Hebdige.


 

Oi! Mates,
El Significado del Mod(O Significado do Mod) de Dick Hebdige, conceituado autor de vários estudos sobre as subculturas inglesas pelo "Centre of Contemporary Cultural Studies (CCCS) -Escola de Birmingham". Eis um bom livro- embora em castellano(español), pois nunca foi traduzido para o português- de abordagem simples, não acadêmica, curta e grossa.
Ainda sobre o autor eis o que diz o colunista Hermano Vianna de "O Globo":
"Em “Resistance through rituals”, Dick Hebdige publicou dois artigos, um sobre mods e outro sobre rastas e rude boys. Já estava preparando seu livro mais conhecido, “Subcultura — O significado do estilo” (publicado em 1979; percebo neste instante: será que nunca teve edição brasileira?), que propôs maneira extremamente original (e hoje quase senso comum) de entender a invenção do punk, como bricolagem terminal/caótica da linha evolutiva de todas a tribos juvenis britânicas anteriores, entre elas a dos mods e a dos rude boys. Hoje, Dick Hebdige é professor de Estudos da Mídia na Universidade da Califórnia, em Santa Barbara, onde pesquisa a integração de autobiografia, crítica e pedagogia. Recentemente publicou capítulos em livros sobre Takashi Murakami, o artista japonês, e Andi Watson, o mais celebrado iluminador de shows de rock (o livro teve prefácio de Thom Yorke)."

http://pt.scribd.com/doc/17708745/Dick-HebdigeEl-Significado-Del-Mod

Retomando as publicações de zines!

Zine é cultura! Retomemos as publicações de nossos zines, o registro de nossas cenas, nosso modo de vida!

Zine Red Aktion, Red Warriors França.


Capa da edição do zine dos Red Warriors franceses chamado Red Aktion! Brevemente traremos o conteúdo, como resgate histórico!

25 de fev de 2014

Retomadas as atividades de Class Pride Fight Pride! Puro impacto!
 NEM PERDÃO, NEM ESQUECIMENTO!
Julgamento do assassino de Johni Raoni é marcado para 11 de março!
Johni Raoni, era um camarada antifascista de São Paulo, que foi brutalmente assassinado por um neonazista antes do show da banda inglesa Cock Sparrer em São Paulo.
Johni chegou a trocar várias ideias com camaradas do RASH Fortaleza dos quais era amigo virtual no Orkut e também de nossos camaradas do RASH São Paulo.
Johni Raoni, presente! Antifascismo sempre, sempre!
Veja mais infos: http://www.meunomejohni.com.br/julgamento-e-marcado-para-marco/

14 de fev de 2014

Surge a Modos Rudes Soundsystem!


Oi! Mates,
Acaba de surgir em Fortaleza a MODOS RUDES SOUNDSYSTEM, uma equipe que levará na ponta da agulha Rhythm and Blues, Soul, Black music nacional , Jazz, British rock ,revival mod, música jamaicana e todos tipos de sons relacionado a cena revival e mod. Tudo saindo em discos e compactos de 33 & 45 rotações .

10 de fev de 2014

Skunx Ceará: Vamos lutar contra quem quer nos deter!


Oi!Oi!Oi!
Deixo aqui dois links para demonstrar o quanto nossos amigos anarkopunx eram "progressivos", classistas com um split das duas bandas porta-vozes dos anarkopunx, Metropolixo e Execradores, esta última que tem uma canção antológica chamada "Incentivo aos Operários"(onde no final assoviam "A Internacional"- hino internacional dos trabalhadores). Isso tudo mudou quando a ORGAP(Organização Anarko Punk), já prevendo "perder terreno" para o crescente movimento skinhead antifascista e sua música Oi! no Brasil, lançou um manifesto distorcendo toda a história do primeiro movimento proletário juvenil da história de forma a parar seu avanço!
Em contraposição a este manifesto o Camarada Punk Navalha de São Paulo lançou um texto em seu Zine Navalhas na Noite, texto que reproduzimos integralmente no blog de Skinheads Ceará, eis o link: http://skinheadsceara.blogspot.com.br/2013/11/punks-venham-lutar.html
Confiram!
Vamos lutar juntos, Skunx Ceará!

"Mas apareceram as más companhias, te chamando pros shoppings
boutiques e galerias, isto gerou revolta e muito desgosto,
chegaram a dizer "o punk está morto"
Mas você voltou de moicano erguido e patches
preferiu a sua classe e seus irmãos skinheads"
(69/77 Punx & Skinheads)

Skunx Ceará- Quebrando o Silêncio das Ruas com o Tropel de Nossas Botas!

Oi! to the punx! Oi! to the skins,
Estamos retomando as atividades pela unidade punk & skin, através da iniciativa Skunx¹ Ceará, de forma a fortalecer a pretensa e incipiente cena cearense.
Em 2005 tivemos uma iniciativa similar que chamou-se Bootboys & Girls Fortaleza com mesmo intuito e conseguimos o que até então muitos achavam improvável e conseguindo levantar os primeiros chamados a unidade entre punx e skins contra todas as mazelas capitalistas e fazendo muitos punx passassem a conhecer e se aproximar do movimento skinhead antifascista em Fortaleza e no Brasil de modo geral através de nossa campanha via web.
Felizmente ressurgiu uma nova "safra" de streetpunx no Ceará já com uma nova compreensão acerca do movimento skin, embora ainda aqui acolá hajam confusões.
Skins, Punx, unidos sob o velho lema dos bootboys fortaleza:
"QUEBRANDO O SILÊNCIO DAS RUAS COM O TROPEL DE NOSSAS BOTAS!"
"Oi to the punks and Oi to the skins-
but Oi to the world and everybody wins!"
(Oi! To the World- The Vandals)


¹- Skunk é uma espécie de gambá americano, mas também um termo, meio que uma abreviatura de skins e punx(ou punks, se preferir), ganhando maior notoriedade nesse contexto com as bandas inglesas Blitz e Infa Riot, ambas formadas por membros punx e skins.